23 de julho de 2018

Meninas, como vocês já sabem estive ausente do blog por uns dias porque me mudei para a minha casinha própria. Ando tão feliz por essa vitória que Deus me deu, que em breve venho mostrar meu cantinho novo para vocês. E aos poucos vou voltando a nossa rotina de post diários por aqui tá.


Mas para começar a semana com o pé direto, vim mostrar para vocês a coleção maravilhosa de esmaltes que recebi da Novo Toque na semana passada, que foi a minha semana da mudança.  A Novo Toque me mandou duas coleções, a Tá nas redes e a Revele-se que é o novo lançamento da marca.


A coleção Tá nas Redes é composta por 9 cores (na sequência): amei (cremoso), sqn (cremoso), tbt (cremoso), look do dia (cremoso), emoji (cremoso), tô seguindo (cremoso), nudes (cremoso), selfie (areia líquida) e curti (cremoso).


A segunda coleção, que é a Revele-se é composta por 10 cores que variam entre tons cremosos, cintilantes, perolado e areia liquida (na sequência): romântica (cremoso), sonhadora (cremoso), irresistível (areia liquida), sedutora (cremoso),meiga (cintilante), ousada (cintilante), extraordinária (cintilante), destemida (perolado), autêntica(cremoso) e notável (cremoso).

Além das duas coleções, recebi também uma base de tratamento mega brilho e uma base incolor.

Confesso que ainda não consegui fazer a minha unha, mas essa semana vou escolher uma das cores (mas admito que está difícil) pois é uma mais linda que a outra, não acham? Mas assim, que eu fizer a escolha da semana, venho compartilhar aqui com vocês.

Agora me digam, já conheciam alguma dessas coleções ou a marca? Eu sou suspeita pois adoro os esmaltes e não poderia estar mais feliz em ter me tornado parceira deles.  Quero agradecer a Novo Toque pelo carinho e confiança no meu trabalho, muito obrigada.

postado por Jhessi

Compartilhe com os amigos: 0 comentários

Leia Também

  • MAC e Jeremy Scott lançam coleção juntos
  • Recebidos Beauty Talk 2017
  • Limpando a Pele com Mel
  • 19 de julho de 2018

    Oi, pessoal! Ultimamente vocês perceberam como tem aumentado o número de séries sendo produzidas foram do eixo norte-americano/britânico? Exemplos disso são Dark, La Casa de Papel, 3%… Várias produções incríveis que saem dos modelos aos quais estamos acostumados.

    Pensando nisso, a sugestão de hoje é uma série dinamarquesa da qual eu quero falar há um tempinho! Então pega seu guarda-chuva e vem porque nessa chuva é melhor não se molhar.

    (Reprodução Netflix)

    The Rain (PT: A Chuva) é uma série dinamarquesa da Netflix de ficção científica, e entrou pra grade em maio desse ano e logo no finalzinho do mesmo mês já foi renovada para uma segunda temporada. É mole?!

    O roteiro de The Rain é o seguinte: Na Escandinávia uma espécie de vírus mortal surgiu e fugiu de controle do governo imediatamente. O vírus era capaz de matar instantaneamente ou deixar as pessoas doentes por muito tempo até morrerem. Até aí nada diferente de mais um filme apocalíptico, né? Mas a diferença e ponto chave dessa série mora no seguinte detalhe: Esse vírus é transmitido através da chuva.

    Isso mesmo! Desde sua aparição, ficou descoberto que as chuvas periódicas que passaram a acontecer na cidade carregavam o vírus, logo, para fugir da transmissão direta é necessário que todos se abriguem da chuva e tentem se manter o mais longe possível da água contaminada.

    Logo no começo da história somos apresentados aos personagens principais, um casal de irmãos, Simone e Rasmus. No início ambos são crianças, Simone sendo a filha mais velha, cujo pai é um dos cientistas envolvidos com pesquisas sobre o vírus. Logo que ele fica sabendo que a chuva vindo para a cidade é capaz de matar os humanos, ele leva a família para uma espécie de abrigo subterrâneo que a companhia na qual trabalha tem espalhados por toda a cidade.

    Rasmus e Simone no começo da série, antes da chuva.

    (Reprodução Netflix)

    Porém como nenhuma série desse gênero começa bem… O pai deixa os filhos com a mãe no bunker e vai atrás de uma cura. Porém um incidente acontece dentro do abrigo e as crianças tentam fugir quando alguém surge batendo na entrada, achando que se trata do pai voltando imediatamente. Mas aí o pior ocorre: A mãe deles, para impedir que as crianças fossem puxadas para fora ou que deixassem o homem desconhecido entrar, acaba saindo e sendo pega pela chuva, morrendo na frente dos filhos.

    A partir daí, Simone decide fazer de tudo para proteger seu irmão, uma vez que aprendemos logo de início que ele é supostamente uma chave importante para essa história do vírus.

    Sozinhos, os dois passam a morar dentro do abrigo, jamais saindo, e crescendo um ao lado do outro. Seis anos acabam se passando, e com eles vão surgindo mudanças no crescimento de ambos e dificuldades, como a escassez de alimentos que chega ao fim. Em uma discussão para sair do bunker e pisarem no mundo lá fora, do qual não tem notícias há seis anos, os irmãos acabam abandonando o abrigo.

    E aí a série começa a pegar ritmo! Acompanhamos Simone e Rasmus em sua luta para sobreviver e encontrar o pai, acabando por encontrarem um grupo de demais sobreviventes e fazendo amizade.

    O grupo de sobreviventes em ordem: Martin, Simone, Rasmus, Beatrice, Jean, Lea e Patrick.

    (Reprodução Netflix)

    A série é curta, tem apenas oito episódios, mas são episódios densos e com tantas reviravoltas que você fica maluco assistindo! Porém de um jeito bom. Em meio a uma Escandinávia abandonada, acompanhamos a história dos irmãos e as relações entre o grupo, tendo contato com arcos de romance, briga, ciúmes e muito mistério. Tá esperando o que para conferir?

    A série tem uma pegada parecida com as séries norte americanas, mas que é bem única e infinitamente bonita. Corre lá e me conta depois! ♥

    postado por Amanda

    Compartilhe com os amigos: 0 comentários

    Leia Também

  • CINEMINHA: LIGA DA JUSTIÇA
  • DARK – A SÉRIE OBSCURA DA NETFLIX
  • Nova Temporada de Black Mirror
  • 17 de julho de 2018

    Antes de comprar uma roupa nós precisamos saber o nosso tipo físico para valorizar, por isso é muito importante saber qual é o formato do corpo que você tem. Ao total são classificadas em 6 silhuetas, sendo elas: plus size, retangular, ampulheta, triângulo, triângulo invertido e oval.

    Nesse post você vai aprender a identificar o seu tipo físico e vai aprender a escolher as roupas mais adequadas para seu corpo.

     

    Formato oval: A parte mais larga do corpo é a barriga e a cintura, então use roupas que chame a atenção para o colo e pescoço, decotes são bem-vindos, Vestido tubinho e peças com cores escuras e pouco contraste para afinar a silhueta e marcar a cintura.

    Retangular: Normalmente a cintura é reta, por isso vale usar modelos que ‘acinturam’. O vestido envelope é uma boa sugestão, decotes em V e U e peças com cores claras e vivas.

    Triângulo:  Corpo estreito em cima e mais largo no quadril, é legal valorizar o tronco. Invista em roupas com ombros mais largos, blazer com ombreira é uma ótima peça para equilibrar a silhueta.

    Triângulo invertido: O corpo é mais largo da cintura pra cima, então o ideal é deixar os detalhes que geram volume para a parte inferior do corpo. Apostar em blusas com tecidos moles e decotes em V estreitos para alongar o colo, cores escuras ou discretas.

    Formato ampulheta:  O maior desafio é valorizar as curvas sem deixar o visual vulgar, pois o ponto forte é a cintura fina. Suavize o volume entre ombros e quadril para valorizar as curvas naturais, use regatas, frente únicas, saias fluidas evasê.

    Plus Size: Curvas em excesso e corpo inteiro volumoso é importante delinear a silhueta com tecidos estruturados. Uma ótima dica é usar blazers estruturados e tecidos com couro que harmonizam a silhueta, saias com listras verticais e diagonais, cores e lavagens escuras.
    Um beijo e até semana que vem.

    postado por Bruna

    Compartilhe com os amigos: 8 comentários

    Leia Também

  • O novo queridinho do inverno: vinil
  • Veludo Is The New Black
  • Look do Dia: Casual Shopping Patio Ciane
  • 13 de julho de 2018

    Oi Jezets, tudo bem? Quem me acompanha no insta @byjhessi, já sabe que estou ausente das redes sociais, porque me mudei de casa.

    Então assim, que eu me organizar com a mudança e assim que minha internet for instalada novamente, eu volto! Então é isso meninas, até breve! Beeeeijos.

    postado por Jhessi

    Compartilhe com os amigos: 0 comentários

    Leia Também

  • Evento InfluBeauty Nova Muriel em São Paulo
  • Lenço Removedor de Oleosidade
  • Guia básico sobre pincéis
  • 10 de julho de 2018

    Quem realmente gosta de moda com certeza tem alguma peça clássica no seu guarda-roupa, é igual aquele pretinho básico que sempre nos salva, ou aquela peça chave que dá pra montar vários looks coringas e que amamos.

    Esta certo que a moda vem e vai, contudo existem coisas que nunca saem de moda, e é sempre legal ressaltar a importância, simplicidade e até mesmo praticidade sem preocupação na hora de escolher a melhor roupa para qualquer ocasião.

    1 – Calça Jeans

    Vamos combinar que a calça jeans é uma peça de roupa que pelo menos 99% das pessoas tem em seu guarda-roupa, além de ser uma peça versátil e que fica elegante com qualquer peça a combinar. Existem tipos diferentes de jeans, como skinny, mais curtinha ou mais reta, o importante é você escolher a que mais te valoriza e um modelo que você se sinta melhor.

    2 – Cardigã

    O famoso casaquinho mais leve, perfeito para um dia não muito quente e época de Outono. Deixa o visual cheio de estilo e bem sofisticado, ele pode ser usado com calças jeans, blusas cavadas, shorts e até vestidos, você escolhe como usar, onde usar  e que ocasião usar, muito legaL né?!

    3 – Meia calça

    Além de deixar o look mais elegante a meia calça nos permite usar a criatividade podendo combinar cores diferentes, tecidos e estampas. Traz feminilidade  e valoriza as pernas.

    Espero que tenham gostado, um beijo!!

    postado por Bruna

    Compartilhe com os amigos: 0 comentários

    Leia Também

  • Como ser estilosa no inverno
  • Looks para se inspirar pro Ano Novo
  • O novo queridinho do inverno: vinil
  • 1 2 3 74