23 de março de 2018

Essa é aquela época do ano em que a maioria das séries renovadas começam a estreias novas temporadas. Foi o caso de Jessica Jones, Santa Clarita Diet (que voltou hoje!) e mais uma dezena de opções cheias de novas aventuras para acompanharmos. E a de hoje ficará por conta de um das melhores e mais agridoces séries dos últimos tempos. Preparados? Apresento-lhes Love!

(Reprodução Netflix)

LOVE é uma série original da Netflix. A primeira temporada estreiou com 10 episódios lá em 2016 e fez tanto sucesso que ganhou renovação para o ano seguinte, quando saiu a segunda temporada com 12 partes. E como era de se esperar depois de duas temporadas… A série alcançou o patamar da terceira e última, que chegou no serviço de streaming da Netflix em 9 de Março deste ano, com 12 episódios!

Mas o que fez Love uma série de tanto sucesso e por que vale a pena assistir? Bem, a resposta é bem simples: porque é uma das produções mais realistas nesse mundo de séries tratando o tão complicado assunto de relacionamentos!

Em Love, nós acompanhamos a vida de dois personagens principais, Mickey e Gus, interpretados por Gillian Jacobs e  Paul Rust (que também é um dos produtores), respectivamente.

Mickey é uma garota cheia de problemas. É alcoólatra, viciada em “sexo e amor”, e não faz a menor ideia do que está fazendo com sua vida ou com seu trabalho em uma rádio. Gus é o esteriótipo do “Nice Guy”, um cara nerd que é um pouco mole demais e também não  tem certeza de sua vida, pois não é levado a sério por ninguém, sobretudo no seu trabalho no set de uma série famosa.

Os protagonistas

(Reprodução Netflix)

Logo na primeira temporada, iniciamos com ambos os personagens em conflitos com seus relacionamentos, Gus tomando um pé na bunda da ex e Mickey encrencada com os tipos horríveis de caras com os quais costumava sair. Em determinado momento ambos se conhecem em uma loja de conveniência e a partir daí a história do casal começa.

Nas duas primeiras temporadas nós acompanhamos a luta de Mickey para ficar sóbria, e de Gus para se tornar alguém com mais garra e que é levado a sério. E é claro que no meio do relacionamento dos dois, somos bombardeados com situações incríveis e extremamente realistas.

Do medo de se relacionar aos surtos de intimidade e a incerteza de não saber se merecemos algo bom, ou até mesmo quando vamos estragar o que estamos tendo, a série veio mostrando duas perspectivas do tema, uma masculina e feminina, e demonstrando o que é o amor e os relacionamentos para Mickey e Gus. E embora sejam dois personagens, pode apostar que há algo neles ou nas experiências deles que vai falar direto com você, justamente por ser tudo tão verídico e realístico de acontecer ou já ter acontecido!

A terceira temporada veio para o desfecho dessa avalanche enorme. Acompanhamos Mickey se acertar melhor na vida e começar a fazer sucesso no trabalho, e começamos a ver um lado não tão “Nice Guy” do Gus, mas, afinal, algo que a série faz bastante é mostrar como ninguém é perfeito. E, claro, como todos temos problemas para lidar e como procuramos lidar com estes problemas quando estamos com mais alguém.

Após altos e baixos, vemos então o desenrolar da relação dos personagens, assim como passamos a acompanhar também a vida dos amigos deles, personagens secundários como Bertie, Chris e Randy, que fazem parte da rotina da série e acabam nos enchendo de mais histórias e alternativas. E, olha, que reviravoltas!

Se você gosta de uma série que trata de romance, comédia e até drama de uma maneira leve, mas real, tenha certeza de que Love é a pedida certa! E depois de três temporadas é impossível não se apaixonar por esse universo e começar a refletir melhor aqui fora.

Agora se você já conhece esse casal e acompanha desde antes… Tá esperando o que pra ver como vai terminar? Corre dar play! 😉

postado por Amanda

Compartilhe com os amigos: 1 comentário

Leia Também

  • STRANGER THINGS: SEGUNDA TEMPORADA
  • Mais uma série de desventuras… em série!
  • O MUNDO FABULOSO DE QUEER EYE
  • Comente pelo facebook:
    Comente pelo Blog:
    1. Rê Oliver, 1 de abril de 2018

      Estou com tantas séries pra terminar, agora mais essa dica!
      Eu amei! Já anotado!

      um beijo